fbpx

Os 5 mitos do treino eBody

A eBody é um conceito crescente em Portugal. Contudo, existem ainda mitos sobre os treinos de eletroestimulação. Está na hora de os desmistificar...
Share on facebook
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp

A metodologia de treino eBody é baseada na experiência e nos resultados comprovados com estudos científicos sobre a eletroestimulação

Ainda assim, quantas vezes já lhe perguntaram se o treino eBody dói?

Para quem nunca experimentou, é normal estranhar a eficácia do treino, por isso surgem alguns mitos relacionados com a prática! No artigo de hoje, esclarecemos algumas dúvidas…

  • MITO 1: É um treino artificial e faz mal à saúde! FALSO!

A tecnologia usada no treino eBody segue o princípio natural da contração muscular, que é o resultado da interação entre o cérebro, o sistema nervoso central e o tecido muscular. No treino com eletroestimulação da eBody, os músculos reagem aos impulsos elétricos enviados pelos elétrodos. Deste modo, os impulsos são de baixa frequência e estimulam unicamente os nervos e a musculatura esquelética estriada.

 

  • MITO 2: É mais uma nova tendência! FALSO!

A metodologia de treino eBody  é usada há décadas nas áreas de medicina desportiva e reabilitação, assim como no desempenho desportivo e aptidão física. Pelo que não é uma tendência, é o futuro do Fitness.

 

  • MITO 3: É doloroso / sente-se choques. FALSO!

Qualquer tipo de treino exige que saia da sua zona de conforto para alcançar resultados, mas nunca vai magoá-lo. O estímulo usado é de baixa frequência e ativa as contrações musculares, não provocando dor.

 

  • MITO 4: Uma vez por semana não é suficiente. FALSO!

O treino eBody abrange mais de 300 músculos trabalhados em simultâneo, incluindo agonistas e antagonistas. Para além disso as contrações musculares são de melhor qualidade e o trabalho é mais intenso e mais profundo, pois ativa também uma maior quantidade de fibras musculares quando comparado com o treino convencional.
Desta forma e após vários estudos científicos, apurou-se que 20 minutos é o tempo ideal para obter os resultados que tanto deseja.

 

  • MITO 5: Não deve ser realizado durante muito tempo. FALSO!

O treino eBody é facilmente inserido na sua rotina semanal e deve estar inserido num estilo de vida ativo e saudável. Considerando que é um treino sem risco de lesão e sem cargas articulares, se for realizado de forma regular (uma vez por semana), irá promover a longo prazo inúmeros resultados, tais como:

  • reforço do sistema imunológico;
  • prevenção de doenças como a obesidade;
  • regulação dos valores de colesterol;
  • aumento da força muscular e do metabolismo em repouso; 
  • aumento da sensação de bem-estar e da autoestima;
  • melhoria dos estados de depressão e ansiedade.

 

Caso as suas dúvidas prevaleçam, pode consultar o nosso artigo “O que é a eletroestimulação” para ficar a saber ainda mais sobre esta prática ou outras referências sobre eletroestimulação muscular

Por outro lado, se já estiver rendido ao nosso conceito, pode marcar a sua experiência eBody. Junte-se à tribo 💪.

Bons treinos!

Tags

Gostaria de saber mais sobre o Treino eBody

Contacte-me para reservar a minha experiência única eBody® pelo valor promocional de 14,90€.

Siga-nos

Mais do nosso eBlog

Nutrição

Receita de Gelado de Manteiga de Amendoim

Os gelados são provavelmente a maior tentação que existe durante o verão. A culpa é do calor, claro! Mas, o remorso aparece quando contamos as calorias. Por isso, temos a receita perfeita para si: fresca, saborosa e saudável!

Media

eBody: client approved!

Como diz o ditado “O cliente tem sempre razão”. Na eBody levamos este lema a sério e, por isso, queremos garantir um contacto com a eletroestimulação positivo a todos os níveis, oferecendo uma experiência premium e única.

Fitness

Os 5 mitos do treino eBody

A eBody é um conceito crescente em Portugal. Contudo, existem ainda mitos sobre os treinos de eletroestimulação. Está na hora de os desmistificar…

Media

eBody: uma marca orgulhosamente portuguesa

No mês em que se comemora o Dia de Portugal, relembramos as raízes de que somos feitos, uma marca de e para portugueses, que se reinventou durante a pandemia e deu cartas ao seu negócio.