Tomar proteína, sim ou não?

O mito dos batidos proteicos!
Share on facebook
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp

O assunto proteína, tem suscitado dúvidas e mitos sobre se de facto devemos tomar (ou não) suplementos de proteína.

É verdade que existem inúmeros benefícios para a saúde: 
– a recuperação muscular;
– o controlo do peso, através do efeito saciante que induz;
– é antioxidante;
– melhora o sistema imunitário.
No entanto, o que muitas vezes acontece é que não são tomados devidamente. Não devem ser utilizados indiscriminadamente, nem em quantidades abusivas. O importante é comer! Ao contrário do que muitas vezes ouve, os batidos proteicos não substituem as refeições necessárias ao longo de todo o dia.

E lembre-se de que nem todos os regimes vão ser os ideais para si, só por serem para alguém que conhece. Se comer muita proteína, não significa que os seus músculos vão crescer, isto porque se ingerir em excesso esta pode ser armazenada em gordura! 

Cada indivíduo tem as suas necessidades segundo o seu ADN, peso, a sua altura, género, nível de condição física, etc. Para saber exatamente quais as quantidades ideias para si, pode fazer o Metacheck e descobrir como funciona o seu metabolismo ao pormenor. O MetaCheck dá-lhe a informação de qual o seu Metatipo e como é que o seu corpo processa os nutrientes e o consumo das calorias. Ah, e spoiler alert, pode descobrir também porquê é que todos aqueles regimes e dietas que já fez não resultaram.

Caso não saiba quais as suas necessidades segundo o seu tipo de metabolismo, pode seguir esta dica generalista – 0.8 gramas de proteína por kg de peso corporal é o valor genericamente recomendado de consumo diário.

TODAS AS REFEIÇÕES DEVEM CONTER PROTEÍNAS!!
A Proteína deve fazer parte da nossa alimentação, tal como os Hidratos de Carbono (HC) e os Lípidos. Mais uma vez, a quantidade exata vai depender do seu Metatipo, contudo, o consumo de proteína deve ser distribuído durante o dia todo e estar presente em todas as refeições, seja ao pequeno almoço, almoço ou jantar.

Refeições saudáveis com ovo
 Exemplos de quantidade de proteína disponível nos alimentos:

• Atum (100g, embalado em água): 25,5g de proteína
• Frango (100g de peito cozido): 30g de proteína
• Tofu (100g): 8g de proteína
• Lentilhas (100g, cozidas, sem gordura): 9g de proteína
• 1 ovo: 6g de proteína
• 1 clara de ovo: 3g de proteína

WHEY PROTEIN
Quando se fala em suplementos proteicos, a Whey, é naturalmente a primeira opção, mas com tantos tipos diferentes de proteínas em pó no mercado, é normal que se perca no momento da escolha. 

Simplificando, existem três tipos de Whey: Concentrada, Isolada e Hidrolisada. A primeira, além de proteína, contém na sua composição HC e gorduras, enquanto a isolada, é isenta de HC e Gordura e oferece a proteína na forma mais pura. Já a versão Hidrolisada é a de absorção mais rápida.   

A melhor escolha, vai depender das suas necessidades e objetivos. A nossa dica parte do princípio básico: quanto mais pura, mais rica em proteína!

Tags

Gostaria de saber mais sobre o Treino eBody

Contacte-me para reservar a minha experiência única eBody® pelo valor promocional de 14,90€.

Siga-nos

Mais do nosso eBlog

Media

Primeiro aniversário do estúdio eBody de Campo de Ourique

A família eBody que, neste momento, conta já com seis estúdios a nível nacional e continua no caminho da expansão, tem mais um motivo para celebrar. O estúdio eBody de Campo de Ourique está de parabéns pelo seu 1º aniversário.

Treino EMS
eBlog

As 3 perguntas chave sobre o treino EMS da eBody

O treino exclusivo EMS eBody, pela diferenciação do conceito, gera sempre muita curiosidade. Neste artigo, respondemos às 3 perguntas mais frequentes que nos chegaram ao longo destes quase 3 anos. Espreite e esclareça as suas dúvidas!

Guess Who

Guess Who com Bárbara Inês

Frequenta o estúdio de Campo de Ourique e está rendida ao conceito eBody. A influencer Bárbara Inês, já não dispensa o seu treino semanal.